Misery – Louca Obsessão de Stephen King

Capa_Misery.indd

misery-1990-film-paul-sheldon-nursed-back-to-health-by-annie-willkes.png

Sinopse

“Paul Sheldon descobriu três coisas quase simultaneamente, uns dez dias após emergir da nuvem escura.

A primeira foi que Annie Wilkes tinha bastante analgésico. A segunda, que ela era viciada em analgésicos.

A terceira foi que Annie Wilkes era perigosamente louca.”

Paul Sheldon é um famoso escritor reconhecido pela série de best-sellers protagonizados por Misery Chastain. No dia em que termina de escrever um novo manuscrito, decide sair para comemorar, apesar da forte nevasca. Após derrapar e sofrer um grave acidente de carro, Paul é resgatado pela enfermeira aposentada Annie Wilkes, que surge em seu caminho.

A simpática senhora é também uma leitora voraz que se autointitula a fã número um do autor. No entanto, o desfecho do último livro com a personagem Misery desperta na enfermeira seu lado mais sádico e psicótico. Profundamente abalada, Annie o isola em um quarto e inicia uma série de torturas e ameaças, que só chegará ao fim quando ele reescrever a narrativa com o final que ela considera apropriado. Ferido e debilitado, em Misery – Louca obsessão, Paul Sheldon terá que usar toda a criatividade para salvar a própria vida e, talvez, escapar deste pesadelo.

Resenha

Quando eu li Misery pela primeira vez pensei foi “ok, esse livro não tem monstros, ou fantasmas ou qualquer criatura sobrenatural, então não vou sentir medo…”.

Não podia estar mais enganado. Stephen King é bastante conhecido, você pode nunca ter lido um livro dele, mas já viu filmes como “O Iluminado” ou “Carrie”. O autor não ambienta seus livros em castelos mal assombrados, ou em outros clichês Góticos. Tudo acontece em uma cidade como outra qualquer (provavelmente no Maine), com pessoas que se parecem com você ou com seus amigos ou familiares. E que mal haveria em uma enfermeira cuidar de seu autor favorito após coincidentemente tê-lo socorrido em um acidente de carro?

King nos mostra que um bom livro de terror, não precisa de monstros, criaturas sobrenaturais ou castelos mal assombrados. Basta uma pessoa em sua casa. O personagem de Annie nos revela que o ser humano pode ser mais assustador do que qualquer monstro. Não pretendo dar spoilers sobre o livro, mas após a releitura, fiquei reflexivo a respeito da relação de muitos fãs e seus ídolos. Até aonde você iria por seu personagem favorito? Essa estranha relação que temos com personagens de livros, filmes e séries. Envolvemos-nos de corpo e alma com suas lutas, torcemos por seu triunfo e às vezes desejamos a morte de seus inimigos.

Um livro que irá causar bons sustos, e deixará você bem angustiado, sentido-se no lugar de Paul Sheldon!

Recomendo também assistir ao filme “Louca Obsessão” de 1990, adaptado ao cinema e com a atuação fantástica de Kathy Bates.

maxresdefault

Informações Técnicas

  • Título Original: Misery
  • Gênero: Ficção
  • ISBN: 9788581052144
  • Lançamento: 01/05/2014 (1987, no original)
  • Formato: 16 x 23
  • Número de Páginas: 326

Links para comprar os livros do Stephen King:

A Maldição – Stephen King

Carrie, a Estranha – Stephen King

A Coisa – Stephen King

Último Turno – Stephen King

Achados e Perdidos – Stephen King

Mr. Mercedes – Stephen King

Joyland – Stephen King

Misery – Stephen King

Cujo – Stephen King

Salem – Stephen King

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Livros e Séries disse:

    Stephen King é o mesmo absoluto!

    Curtir

    1. Stephen King sempre é uma boa experiência!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s