Resenha: Morte na Mesopotâmia de Agatha Christie

morte-na-mesopotania-agatha-christie-resenha-capa

A enfermeira Amy Leatheran é contratada para se juntar a uma expedição arqueológica no Iraque. Mas sua função ali tem bem pouco a ver com ruínas e artefatos – ela deve vigiar de perto a bela Louise Leidner, que está cada vez mais apavorada com a ideia de que talvez seu ex-marido não esteja tão morto quanto acreditava.

Louise pode estar imaginando coisas. Mas o fato é que, uma semana após a chegada da enfermeira, a mulher é encontrada morta no próprio quarto, e agora cabe a Hercule Poirot identificar o assassino. Quem terá sido? Tudo indica que o culpado está entre os membros da equipe de cientistas…

Resenha

A primeira vez que li Morte na Mesopotâmia estava com 14 anos e descobri em uma das minhas visitas frequentes a biblioteca do colégio. Não conhecia a autora, mas me apaixonei durante a leitura.

O local do livro a Mesopotâmia (que atualmente corresponde em sua maior parte ao Iraque) ricamente descrita devido as viagens de Agatha com seu segundo marido o arqueólogo Leonard Woolley.

A trama segue a linha de outros livros, uma pessoa que ninguém gosta, e todos presentes tem motivos para cometer o assassinato (alguns dos motivos são revelados ao longo do livro). Quando ainda estava no colégio e li o livro pela primeira vez, pensei que todos os livros seguiriam o padrão, mas a cada leitura me surpreendia, alguns livros tem tramas “parecidas” apenas para depois a Rainha do Crime deixar o leitor de queixo caído no final.

O detetive do livro é o belga Hercule Poirot que investiga e usa mais uma vez suas células cinzentas para descobrir a verdade. E o livro rende alguns momentos engraçados de ver a relação do detetive com o clima severo do Oriente Médio. Desde o primeiro contato que tive com Poirot entrou para a lista dos meus personagens literários favoritos.

O livro tem direito a reviravoltas ao melhor estilo Agatha Christie, e como sempre a leitura é rápida e as páginas vão sendo viradas uma após a outra, até a esperada conclusão.

E chega ao fim a Maratona Agatha Christie de 2016. Quem sabe não teremos outra ano que vem. Os livros serão lidos fora da maratona também. Quem quiser sugerir livros para serem lidos, podem deixar comentários no blog ou nas redes sociais.

Até a próxima.

morte-na-mesopotania-agatha-christie-resenha

Links para Comprar os Livros:

Coleção Agatha Christie – Caixa 1

Coleção Agatha Christie – Caixa 2

Coleção Agatha Christie – Caixa 3

Coleção Agatha Christie – Caixa 4

Coleção Agatha Christie Box 5

Coleção Agatha Christie Box 6

O misterioso caso de styles

E não Sobrou Nenhum

Assassinato no Expresso Oriente

Os Crimes do Monograma

Caixão Fechado

Anúncios

4 comentários Adicione o seu

  1. London Books Review disse:

    Ficamos felizes com a Maratona e todos os livros que foram apresentados. Agatha Christie merece todo esse carinho. Esperamos que sua maratona inspire outras pessoas a fazerem o mesmo. Parabéns!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigado por acompanhar! Agatha Christie será presença frequente aqui no blog! 😉

      Curtir

  2. Cristina disse:

    Poxa acabou! Adorei acompanhar a maratona

    Curtir

    1. Em breve teremos muito mais de Agatha Christie!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s