Marciano?

O Universo é uma imensidão sem fim.

Entendo que minha última carta deve ter se perdido por entre as estrelas.

Sei que Marte não é tão distante assim, as vezes penso que a distância maior é quando nos beijamos através dos nossos capacetes.

Imagino como seria se nossas bocas pudessem realmente se tocar. Sem capacetes, mesmo que em poucos minutos fossemos ficar sem ar.

Sem ar, mas com amor, com um beijo. Sem capacetes, sem estrelas entre nós dois.

Os planetas seguem girando.

Não sei se essa carta se perderá entre as estrelas.

Escrevo mesmo assim.

Que as estrelas sejam testemunhas, caso esta carta não chegue.

Não vou me despedir, deixo no papel apenas algumas lágrimas, que o vácuo secará.

Que ele não enxugue os meus sentimentos…

cee5d3f8705078b7b925873310923d1b (1)

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: