Trilogia da Fundação por Isaac Asimov – Deluxe

Trilogia da Fundação – Deluxe + Ecobag

81gtfred1el

Obra máxima de Isaac Asimov, a Trilogia da Fundação foi eleita a melhor série de ficção científica e fantasia de todos os tempos – superando trabalhos premiados como O Senhor dos Anéis, de J.R.R. Tolkien. Os livros que compõem a série – Fundação, Fundação e Império e Segunda Fundação – surgem agora em volume único, em uma edição de colecionador com acabamento de luxo, capa dura e 24 ilustrações coloridas de Alexander Wells. Uma obra à altura do legado do mestre.

Os livros contam a história da humanidade em um ponto distante no futuro, no qual o visionário cientista Hari Seldon prevê a destruição total do império humano e de todo o conhecimento acumulado por milênios. Mas incapaz de impedir a tragédia, ele arquiteta um plano ousado, em que será possível reconstruir a glória da raça humana. Se tudo correr como o planejado. Inédita no Brasil, essa edição terá tiragem limitada.71z+vga0myl71zhtfwnmml816fznt1ofl712lunvhcul7154kll14gl

Quer comprar a Trilogia da Fundação – Deluxe + Ecobag? Clique aqui.

Box Fundação – Declínio e Ascensão (Volumes 4, 5, 6 e 7)

51b8zeXi4jL.jpg

Atendendo a pedidos de fãs e de seus editores, Asimov retomou a história de Terminus – quase trinta anos depois – ao escrever as continuações Limites da Fundação e Fundação e Terra. Em seguida, foram publicadas as obras Prelúdio à Fundação e Origens da Fundação, que narram os eventos anteriores ao primeiro livro. A saga da Fundação conta a história da humanidade, em um ponto distante no futuro, quando o cientista Hari Seldon prevê a destruição total do império humano. Incapaz de impedir a tragédia, ele arquiteta um plano ousado, no qual é possível reconstruir a glória dos homens… se tudo ocorrer como planejado. Este box, chamado de Declínio e Ascensão, contém os livros: Limites da Fundação, Fundação e Terra, Prelúdio à Fundação e Origens da Fundação. Há uma série muito antiga de Isaac Asimov – os romances da Fundação – na qual os cientistas sociais entendem a verdadeira dinâmica da civilização e a salvam. Isso é o que eu queria ser. E isso não existe, mas a economia é o mais próximo que se pode chegar. Então, como eu era um adolescente, embarquei nessa. – Paul Krugman, Prêmio Nobel de Economia de 2008.

81op7he4msl61wc+t-lfnl

Quer comprar o Box Fundação – Declínio e Ascensão (Volumes 4, 5, 6 e 7)? Clique aqui.

Leia também:

As Cavernas de Aço

81HVmcn5n3L.jpg

Publicado no início da década de 1950, As Cavernas de Aço, escrito por Isaac Asimov, é o primeiro romance da consagrada Série dos Robôs, uma das mais populares da ficção científica. A história nasceu de um desafio. Asimov queria provar para seu editor, John W. Campbell, que a ficção científica não era limitada e poderia ser incorporada a qualquer gênero literário, inclusive nos dramas policiais. A obra foi publicada, pela primeira vez, na revista Galaxy Science Fiction e depois se tornou um livro. O sucesso foi tão grande, que era inevitável que Asimov escrevesse uma sequência. Assim o autor produziu O Sol Desvelado, Robôs do Amanhecer e Robôs e Império dando origem a famosa Série dos Robôs.

Na trama, Os Mundos Siderais, antigas colônias da Terra, possuem rígidas leis de imigração, e não aceitam mais terráqueos em seus planetas. Para agravar a situação, os robôs estão substituindo grande parte da mão de obra trabalhadora na Terra, levando os humanos a perderem seus empregos e privilégios de cidadãos. Um brutal assassinato pode comprometer as relações diplomáticas entre esses dois mundos: um roboticista Sideral é morto em sua residência, nos arredores de Nova York, e as suspeitas recaem sobre um terráqueo. É quando entra em cena Elijah Baley, um investigador nova-iorquino encarregado de solucionar o caso antes que a situação fuja de controle. Para cooperar com o caso, os Siderais enviam um parceiro inusitado: um robô.

O Sol Desvelado

716ZIsqo2ZL.jpg

Depois das surpreendentes reviravoltas de sua última missão, o detetive Elijah Baley é recrutado para investigar um novo caso de assassinato aparentemente insolúvel. Obrigado a enfrentar sua fobia de espaços abertos, Baley viaja até Solaria, um planeta Sideral de escassa população – apenas 20 mil habitantes –, mas onde cada ser humano dispõe de um contingente de 10 mil robôs positrônicos a lhe servir. Nessa empreitada, Baley contará novamente com a ajuda de R. Daneel Olivaw, seu inusitado parceiro no caso anterior. Mas, desta vez, a missão de ambos não será tão simples; afinal, por onde começar uma investigação em que um dos suspeitos sequer poderia estar na cena do crime e o outro, um robô, é rigorosamente programado para não ferir um ser humano?

fede2395d68e947148c79e1712549edf.jpg

Acompanhe outros posts nas redes sociais:

https://www.facebook.com/antoniopimentablog/

https://www.instagram.com/antoniopimenta86/

Gostou? Não esqueça de compartilhar e até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: